‘Tia Civil’ percorreu as unidades do CCPL ensinando as crianças a evitar acidentes domésticos

Com linguagem descontraída e dinâmica, os agentes explicaram para as crianças a função da Defesa Civil e passaram informações que contribuem para a segurança



Por CCPLBarueri - Publicado em 04/11/2019

‘Tia Civil’ percorreu as unidades do CCPL ensinando as crianças a evitar acidentes domésticos
No mês de outubro, as unidades do CCPL receberam a visita de Fabiana Aquino e Adair Liberato, agentes da Defesa Civil, com o propósito de informar as crianças para que serve a Defesa Civil, o que são desastres e transmitir orientações de segurança para evitar acidentes domésticos.

O agente Adair Liberato fez uma breve abertura da palestra e depois chamou a agente Fabiana Aquino, que deu vida à ‘Tia Civil’, personagem criada especialmente para o público infantil.

Com a personagem, a agente abordou a questão de segurança recorrendo à contação de histórias e brincadeiras, com uma linguagem dinâmica. “Nós trabalhamos de uma forma diferenciada, lúdica, porque acreditamos que (temos que) falar a mesma língua da criança”, mencionou Fabiana, sobre a necessidade de falar de uma forma que seja compreensível para a criança.

A ‘Tia Civil’ apresentou às crianças presentes, de maneira divertida, orientações de segurança em casa, com animais domésticos, objetos cortantes e pontiagudos, enchentes e deslizamentos, cuidados com fogo e com materiais tóxicos.

Outras orientações foram sobre o que fazer em caso de chuva forte, a necessidade de buscar abrigo e cuidados a serem tomados com aparelhos elétricos. A ‘Tia Civil’ também orientou o público a sempre se manter calmo em qualquer situação e não se esqueceu de apresentar às crianças números de telefone para os quais ligar em caso de emergência, como 190 para a Polícia Militar, 193 para os Bombeiros e o 199 para a Defesa Civil.

Falar de segurança nunca é pouco. A relevância desse tema com os pequenos é importante para que se crie, desde cedo, hábitos que os ajudarão a reconhecer situações de perigo e o que fazer para manterem a integridade física.

Fabiana Queiroz sabe que uma intervenção como essa, feita junto aos pequenos, pode ter os resultados ampliados, já que “as crianças passarão, sem dúvida alguma, (as orientações recebidas) para os pais e amigos. (...) Multiplicando essas ações, teremos menos acidentes”, o que reforça a validade do trabalho de conscientização com o público infantil.

Essa ação foi uma continuação das palestras realizadas anteriormente, dessa vez como foco no público infantil. As crianças adoraram a interação. Com as orientações elas aprenderam várias formas de evitar acidentes domésticos. No final, todas fizeram um juramento de que irão cumprir certinho as orientações.













OUTRAS NOTÍCIAS